Corpo e Mente: A Conexão

Esta questão da conexão corpo e mente é algo que vem sendo estudado por várias ciências e o seu interesse está a crescer pelo mundo fora. Muito por causa da pandemia, as pessoas procuram confortar-se e encontrar respostas para lidar com a palavra do momento: A ANSIEDADE.


Existem mil e uma formas de “desacelerar” o pensamento relativamente ao futuro, contudo, encontrar aquela ferramenta mágica que faz tudo desaparecer no momento, é o real desejo das mentes humanas.


É certo que, a maior parte de nós, é mesmo isso que procura: uma resposta ou fórmula rápida para desenlear os nós de pensamentos. No entanto, e paradoxalmente, a excessiva informação sobre o tema, não nos coloca como “donos” do nosso destino e “senhores” do nosso bem-estar.


Meditações, mindfulness, aulas de yoga e pilates, são entre muitas outras, sugestões para melhorar a conexão corpo e mente, porém continuamos sempre à procura de algo “diferente”.


E nem sabemos o que procuramos porque temos a ideia de que, quando se fala de corpo falamos do pescoço para baixo, e quando falamos de mente falamos do pescoço para cima. E nesta definição separamos: atividades para o corpo e atividades para a mente.


Este é um mito que precisa ser derrubado.

A cabeça faz parte do corpo e o cérebro é corpo. Quanto à mente, esta não se restringe apenas ao cérebro, mas também está no corpo e um exemplo muito simples é o facto de haver uma inteligência autónoma que regula a digestão, circulação, respiração e tantas outras tarefas, sem termos de “pensar” em executá-las. A mente está portanto, presente em todas essas funções.


É de extrema importância que se reconheça que corpo e mente dependem um do outro e que somos realmente um só. E que se um não está de boa saúde, irá sem margem de duvidas afetar o outro. Creio que a maior parte reconhece esta ligação extrinsecamente, mas não intrinsecamente. Sabemos o que a ciência no diz relativamente ao exercício, sono, alimentação, meditação, mas não “sentimos” essa ligação, não valorizamos. E isso acontece pela observação e negligência do ser humano nas suas atitudes egóicas de sacrificar a saúde em prol de mais trabalho, mais dinheiro, mais coisas.


Experimente não dar de comida ao seu corpo durante uma semana. O que acontece? Pensa melhor, concentra-se melhor? Claro que não. E se não dormir durante 10 dias? Melhora a sua memória? Obviamente que não.

O corpo precisa da mente e a mente precisa do corpo, ponto.


E a melhor forma de conseguirmos que “estes dois” conectem e estejam em uníssono é estarmos conscientes no momento presente, no Agora. Esteja a trabalhar, a fazer exercício, a comer ou a fazer qualquer outra tarefa, o segredo é estar presente.

Quantas vezes assistimos a pessoas a fazer exercício e constantemente ao telefone? Ou a brincar com os filhos e distraídos com e-mails e mensagens??


Como referi existem muitas atividades para “nos conectarmos”, mas temos de estar predispostos a parar para estarmos atentos ao momento presente, ao que estamos a fazer. Estar no telefone não é mau, contudo há momentos para tudo. Habituámo-nos a estar conectados com a tecnologia e desabituámo-nos de nós próprios.

Até a simples tarefa de sentir a respiração é um ótimo exercício, mas temos de parar para poder sentir e talvez a grande dificuldade esteja nesta simplicidade, o parar para sentir.


Deixo então a sugestão de, durante o seu dia parar 10 minutos para se sentir, sem distrações. Pode sentir a respiração ou simplesmente observar o seu redor, se estiver no exterior. Sinta e observe com curiosidade, como se tivesse de novo 4 anos de idade. Esteja no momento, esteja presente.


Adquira as Meditações e Reflexões Ser Humano Sem Stress.

Estas meditações ajudam a Concentração, Relaxamento e Reflexão. Ouça uma delas para relaxar AQUI.


Um Bem Haja!

Luís Barbudo




2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo